sábado, 18 de março de 2017

limpeza astral


É varrer da mesma forma que se varre o chão, mas sem encostar as cerdas da vassoura em nada, (nem no chão) por isso, deve-se varrer a alguns centímetros acima do solo.

Enquanto varre, cante algo feliz e positivo, ou reze uma oração de sua preferência (o Pai-Nosso; O Credo; a Oração de S. Francisco... são bem fortes para isso).
Concentre-se no que estiver fazendo e visualize as sujeira de energias ruins indo embora.

Varra dos fundos para a frente, jogando tudo pela porta de entrada, depois deixa-se a vassoura por uma hora fora da porta, ou se não puder, coloque-a atrás da porta com o cabo para baixo, para que as “energias ruins” não retornem...
* Este ritual você pode repetir sempre que sentir as "energias meio em baixa..."
Ritual de BANIMENTO E LIMPEZA!!!

Na lua minguante ou numa sexta feira, faça o Ritual de Banimento:

Segure uma vela lilás (de preferência, caso não tenha, serve uma branca ) entre suas mãos, respire fundo algumas vezes por alguns instantes, para que a vela se carregue com sua energia, concentrando-se no que vai realizar.

A seguir acenda a vela, de preferência com fósforo, e deixe que queime um pouco no ambiente. Após alguns minutos, caminhe por todos os cômodos do espaço que você pretende “limpar” dizendo:

"Que todo o mal que aqui caminha, que toda inveja que por aqui habita e contra aqui é jogada, vindo de fora ou gerada por dentro, mal agouro ou maus ventos, pela chama violeta e pela lua minguante, sejam agora “queimados”, banidos e transmutados, que todas as “coisas ruins sejam quebradas”, desfeitas e cortadas, que eu e minha família, pelo Manto Sagrado de Cristo sejamos purificados, que todo mal seja dissipado. Pelo poder do infinito Céu, pelo poder da grande terra, que assim se faça."

Você pode escolher entre: deixar a vela queimar até o fim e jogar os restos fora ou apagá-la e enterrá-la ou jogá-la no lixo, retirando imediatamente do ambiente onde o ritual foi realizado.

**Lave as mãos assim que terminar qualquer um dos rituais e, se você fizer com , tenha certeza: sentirá o local bem mais “leve” ao terminar!

"Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei". Allan Kardec


sábado, 11 de março de 2017

BELOS HINOS CCB TOCADOS - VÍDEO 02 - INSTRUMENTAIS CCB - COMUNHÃO COM DEUS

se queres...


Ana Carolina - Só fala em mim

Celebração da deusa grega Hypatia

Hipácia, também conhecida como Hipátia, nasceu na cidade de Alexandria, então o caldeirão cultural da região que hoje corresponde ao Egito, em cerca de 355 d.C. Ela era filha de Theon, famoso filósofo, astrônomo e mestre de matemática no Museu desta cidade; graças a sua influência ela se destacaria no cenário intelectual posterior.
Adepta da corrente neoplatônica, Hipátia cresceu em um contexto repleto de vida cultural e filosófica; ela mantinha estreitos vínculos com a figura paterna, fonte de seu saber e de sua incessante procura de soluções para os eventos ignorados. A filósofa, mulher guerreira, pioneira na arte de desbravar os árduos caminhos da Matemática, cultivava não somente um cérebro privilegiado, mas também o corpo saudável. Visava, assim, implantar em sua própria existência esta antiga aspiração helênica.
Hipátia se tornou a maior pesquisadora da Alexandria nos campos da matemática e da filosofia, legando ao futuro grandes descobertas nestas disciplinas, bem como na física e na astronomia. Ela se devotou igualmente à prática da poética e ao exercício das artes, sobressaindo-se na Retórica.
Esta mente brilhante cursou a Academia de Alexandria e, com o tempo e o domínio das mais distintas áreas, transcendeu as próprias conquistas paternas, mas deve muito ao pai, que sempre a estimulou a vencer qualquer obstáculo que tentasse impedir seu acesso ao saber, mesmo que se tratasse de qualquer princípio de fé ou de credo.
 Uma das coisas mais tristes do mundo é a intolerância religiosa, pois todas as religiões deveriam estar baseadas no amor e na compaixão. Alguns dos momentos mais negros da humanidade, algumas das guerras mais sangrentas, algumas das torturas mais cruéis existiram exatamente devido à intolerância religiosa. Um desses casos mais vergonhosos de intolerância foi o assassinato de Hipatia de Alexandria.

sábado, 4 de março de 2017

Rejuvelac


Material:
- 2 frascos de vidro boca larga; ou 1 pote e uma jarra, (não use metal nem plástico).
- 1 xic de trigo integral orgânico (casa de produtos naturais)
- 1 pedaço de tule ou gaze
- 1 elástico
- 5 xíc de Água filtrada ou mineral.
- 1 peneira media ou pequena conforme os frascos.
 
separe o líquido dos grãos e terá o Rejuvelac I

1ª etapa
a) Lave bem com água filtrada, uma xícara de grão de trigo inteiro e coloque em um frasco de vidro
b) Acrescente 5 xícaras de água filtrada, se quiser mexer, use colher de pau, também aqui, nunca de metal ou plástico.
c) Cubra com uma tela fina, filó ou gaze, colocando um elástico ao redor da boca do frasco para segurar.
d) Deixe em repouso por 48 horas onde receba luz, mas não a luz direta do sol.
e) Após 48 horas, coe o líquido para outra jarra. Este líquido é o Rejuvelac I
f) Adicione 2 colheres (sopa) de mel e guarde na geladeira. Na hora de consumir acrescente suco fresco de 1 ou 1/2 limão/copo. Pode também juntar o rejuvelac a outro suco tipo: abacaxi, coco, maçã... só misture e tome imediatamente.
 
Reutilize os trigos já usados para o Rejuvelac II

2ª etapa
g) Volte os grãos que ficaram sobre a peneira para o vidro e adicione + 5 xícaras de água filtrada.
h) cubra novamente com a gase.
i) Neste segundo preparo deixe em repouso por somente 24 horas.
j) Coe separando o líquido das sementes e terá o Rejuvelac II; depois proceda como na  etapa (f).
l) Se desejar, prepare uma terceira (e última) extração colocando sobre os grãos + 5   xícaras de água filtrada (não é aconselhável fazer em lugares muito quentes)
m) Deixe em repouso, desta vez,  por 24 horas.
n) Coe o Rejuvelac III e proceda como na etapa (f).


* Em cidades cujo clima é muito quente, pode-se preparar o rejuvelac sempre com um dia de fermentação, e não se aconselha a terceira etapa ou usar os mesmos grãos de trigo pela terceira vez, pelo menos, não no verão.

* A princípio pode-se sentir um cheiro “azedo”, mas quando se adiciona suco de limão ele desaparece.
É indicado a pessoas saudáveis, doentes e crianças. Os diabéticos podem tomá-lo, mas antes devem diluí-lo em água ou suco fresco.
Lembre-se: O rejuvelac pode ser bebido puro ou misturado a sucos, pastas e temperos.
magiadailha.blogspot.com