sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

O Gato - Mário Quintana




O gato chega à porta do quarto onde escrevo.
Entrepara... hesita... avança...

Fita-me.
Fitamo-nos.

Olhos nos olhos...
Quase com terror!

Como duas criaturas incomunicáveis e solitárias
Que fossem feitas cada uma por um Deus diferente.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

magia cigana

O chá de artemísia pode ser usado para limpar os cristais e as gemas e também para quem quer se comunicar com as fadas, segundo a magia cigana.

As folhas de Artemísia depois de secas, queimadas em brasa, devem ser espalhadas por toda a casa e sobre as pessoas vítimas de ataque psíquicos diversos como: obsessões, mau-olhado, larvas astrais e mentais.

Uma forma de fazer uso dessa erva mágica é colocando-as em um saquinho feito com veludo preto. Este saquinho é um amuleto mágico, por isso sempre leve-o consigo.

 Secar a artemísia e deixá-las penduradas em algum lugar de sua casa, também é uma forma poderosa de atrair as forças mágicas destas ervas.
Licor De Artemísia (uso mágico)
300 g de erva fresca, lavada e seca.
3 buquês de sabugueiro
Colocar essas ervas num vidro e cobri-las com pinga de boa qualidade e baixo teor alcoólico.
Deixar repousar por 21 dias
No dia marcado, coar a pinga para garrafas escuras, deixando-as pela metade e o resto completar com calda grossa de açúcar.
Deixar repousar em lugar escuro por 45 dias.
Esse licor, se tomado regularmente, evita a entrada de qualquer energia negativa, segundo as tradições e o ditado popular.

O absinto pode ser venenoso em doses altas. O uso intenso e prolongado pode causar dependência, declínio físico e mental e provocar nervosismo, ansiedade e cãibras.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Algumas Deusas selecionadas



Brigid - Deusa Tripla Celta. Ela é a incorporação da poesia, da inspiração, e da adivinhação. Brigid era originariamente uma deusa do sol e do fogo conhecida como Brigid do Cabelo Dourado. Devido a sua conexão com o fogo, Brigid foi associada com a inspiração e arte da metalurgia. Brigid foi também uma importante deusa da fertilidade. Ela era evocada durante partos para proteger a mãe e a criança. Os símbolos de Brigid incluem o fuso, a chama, o poço, a ovelha/o cordeiro, o leite, a cobra, e o sino.




Cerridwen - Deusa Mãe Celta. Cerridwen associada com Astarte ou Demeter é a deusa mãe da lua e dos grãos. Ela é especialmente conhecida por seu temível totem da morte, uma porca branca, comedora de cadáveres. As celebrações de colheita de Cerridwen expressavam sua habilidade tanto de dar como tirar a vida. Seus símbolos incluíam o caldeirão, a xícara, a porca, e o cão.




Diana- Deusa da Lua Romana: Ela era a patrona dos caçadores e guardiã da floresta onde seu bosque ficava, perto de Aricia. Em Roma, ela juntava-se a Janus, um deus da luz e do sol, servindo com uma consorte exibindo a luz da lua. Os símbolos de Diana incluem o arco e a flecha, sandálias, armas mágicas, o cão, e o veado.




Demeter - Deusa Mãe Grega. Como deusa da vegetação, ela era a fundadora da agricultura e do rito cívico do casamento. Seus mistérios, chamados de "Thesmophoria", foram celebrados a cada abril e seu centro de culto era Eleusis, ao sul de Atenas. Os símbolos de Demeter incluem a cesta, cetro, tocha, jarro de água, feixe de trigo, e vaca.




Hécate- Deusa Tripla da Lua Grega. Para os Gregos, Hécate era uma das mais velhas incorporações da deusa tripla da lua. Ela tinha o pode sobre os céus, a terra, e o mundo subterrâneo, onde tinha o controle do nascimento da vida, e da morte. Hécate era a provedora de visões, mágica, e regeneração. Os símbolos de Hécate incluem a chave, a corda, a adaga de dois gumes, o triângulo cruzado, a vassoura, encruzilhadas, cão, e tocha.




Ísis- Deusa Mãe Egípcia: Ísis é a personificação a Grande Deusa em seu aspecto de devoção maternal. Ísis era provavelmente a maior deusa do Egito e foi adorada por mais de 3.000 anos. Sua inflência não se confinou ao Egito e se espalhou para a Grécia e para o Império Romano. Ísis era o princípio feminino da natureza e, portanto, uma deusa de mil nomes. Os símbolos de Ísis incluem o Thet (nó ou fivela), cetro, xícara, chifres, espelho, serpente, e a cinta.




Rhea- Deusa Mãe Cretense: Seu nome provavelmente significa Terra, e ela era geralmente descrita como uma mulher enorme e grandiosa cercada de animais e pequenos humanos machos subservientes. Rhea foi incorporada pelo mito Grego como um Titã, um da segunda geração de deidades. Ela reconhecida como a deusa da terra viva. Os símbolos de Rhea incluem a tocha, a zabumba, o machado duplo, e uma árvore com frutos.




A Morrigan- Deusa Tripla Celta: A Morrigan é a terrível deusa Bruxa da lenda celta. Ela tem alguma relação com as Fúrias e Valquírias do Mito Escandinavo. Ela surge como uma deusa tripla da balhata e mostra o lado guerreiro rude, impiedoso, da alma celta. Os símbolos de Morrigan incluem o corvo, a gralha, o machado de batalha, o escudo e a lança.


Quando trabalhar com as deusas, lembre-se das características primordiais: as Deusas da Lua representam a iluminação espiritual e são a essência da mágica e do mistério; as Deusas Mãe representam o lado sensual/ nutridor da natureza feminina e são repletas de graça; as Deusas Triplas exemplificam o encantamento, a sedução e  a sabedoria.

sábado, 4 de fevereiro de 2017

peace...




"Não podemos voltar os ponteiros
do relógio.
A única coisa que
podemos fazer é usar bem o presente." Dalai Lama


"Os ocidentais querem uma
receita mágica para combater
a raiva. Isso requer prática constante
de controle e compaixão."   Dalai Lama

Uma vida não se compra, ADOTE!!! Adotar é tudo de bom!!!



Ter um animal estimação é uma das coisas mais gratificantes da vida.
Ele faz companhia, preenche o vazio da solidão e aguça em você a sensibilidade e a solidariedade.
As crianças aprendem com ele o respeito, a responsabilidade perante um outro ser e limites a serem mantidos, servindo de experiência enriquecedora no seu desenvolvimento social.
Os enfermos também se beneficiam com a presença de um animal, como já foi comprovado em alguns países da Europa onde os hospitais introduziram a visita terapêutica de animais nas suas enfermarias.
Se você quer um animal de estimação, ADOTE!!! NÃO COMPRE:
  • Animais não são mercadorias para serem comercializadas. 
  • Eles têm vida própria, necessidades e interesses próprios.
  • Muitos criadores impõem condições severas aos animais reprodutores, forçando as fêmeas a terem crias frequentemente, sem obedecer um período de descanso. Os filhotes que nascem com problemas de saúde ou com alguma deficiência aparente são sacrificados para não manchar a linhagem de pedigree.
  • Muitas lojas expõem filhotes de cães e gatos para a venda sem oferecer-lhes um mínimo de condição.
  • Faltam-lhes espaço e oportunidade para tomar sol. Não raro eles dormem sobre o próprio excremento e os funcionários procuram dar pouca água para que a gaiola não suje com frequência. Imagine o stress desses bichinhos que são observados por olhos curiosos, com gente batendo na gaiola para chamar-lhes atenção, sem trégua nem mesmo para dormir.
  • Animais em feiras de filhotes também não recebem cuidados adequados.
  • Jamais adquira filhotes de vendedores nas ruas da cidade.
  • Por mais penalizado que você fique ao ver um animal em uma gaiola, por favor, não compre. Este comércio vai continuar existindo enquanto houver compradores.
  • Ao contrário do que muita gente pensa, animais adultos também se adaptam a lares novos. Eles demonstram gratidão às pessoas que os adotam, tornando-se bons companheiros, carinhosos e fiéis amigos.
  • Divulgue a esterilização e adote um animal ao invés de comprá-lo. Você estará contribuindo para diminuir sofrimentos desnecessários.
Ao invés de comprar animal você pode ter uma experiência maravilhosa ao adotar um que tenha sido abandonado.
Informações retiradas do site da SUIPA

TOQUINHO - AQUARELA ( legendado ).

domingo, 22 de janeiro de 2017

dia consagrado ao deus Apolo


 Apolo, também conhecido como Febo (brilhante), na mitologia grega é considerado o deus da juventude e da luz, identificado primordialmente como uma divindade solar, uma das divindades mais ecléticas da mitologia greco-romana.
Uma grande história de amor não correspondido de Apolo foi com a Dafne. Por ser um deus muito belo, e ter muitas qualidades, quis ser bem mais que o deus Cupido. Afirmou que suas flechas eram bem mais poderosas que as do deus do Amor, mas Cupido argumentou que as flechas que possuía além de serem mais poderosas, atingiriam até o próprio Apolo. Apolo naquele momento não acreditou, foi então que o Cupido lançou uma flecha no coração dele com ouro na ponta e ele se apaixonou pela moça Dafne, mas o cupido para mostrar que era mais poderoso lançou uma flecha com chumbo na ponta no coração de Dafne que repudiava Apolo e sua paixão. Dafne não aguentava mais o deus Apolo a perseguindo, foi então que pediu a seu pai Peneu que mudasse sua forma; seu pai a atendeu e a transformou em um loureiro.
As estátuas e pinturas de Apolo o mostram um homem jovem, no auge de sua força e beleza. Muitas vezes está nu, ou veste um manto. Pode trazer uma coroa de louros na cabeça, o arco e flechas, uma cítara ou lira nas mãos. Às vezes a serpente Píton também é representada, ou algum outro de seus animais simbólicos, como o grifo e o corvo. Nas pinturas e mosaicos pode ter uma coroa de raios de luz ou um halo. Suas primeiras representações conhecidas datam do século VIII-VII a.C., onde ele aparece esquematicamente, sob a forma de um pilar cônico de pedra, sob o epíteto de Apolo Aguieu, o protetor dos caminhos, ou na forma de uma herma, em geral um pilar com uma cabeça no topo. Em Esparta foi encontrada uma imagem única, desaparecida em tempos modernos, um relevo que o representava com quatro braços e quatro orelhas, segurando em cada mão um manto, um ramo de oliveira, um arco e uma pátera. Também são conhecidos relatos literários de estátuas primitivas em madeira e estatuetas em bronze.